Medo crescente de erupção vulcânica em Bali obriga 100 mil a buscar abrigo

Por Nyimas Laula

KARANGASEM (Reuters) - Alertadas de que um vulcão cada vez mais ativo pode entrar em erupção a qualquer momento, cerca de 104 mil pessoas buscaram abrigo em centros improvisados na ilha indonésia de Bali, disseram autoridades nesta quinta-feira.

Como o monte Agung está lançando fumaça branca e provocando tremores por toda a área, o alerta foi elevado para o nível mais alto na semana passada. Desde então, dezenas de milhares de moradores de vilarejos próximos abandonaram casas localizadas abaixo do vulcão ameaçador.

A agência nacional de gerenciamento de desastres os abrigou em barracas, ginásios de escolas e edifícios do governo em vilarejos vizinhos. Embora existam estoques de comida, água, remédios e outros suprimentos de sobra, as pessoas retiradas de casa receiam uma longa espera que pode desestruturar suas vidas.

Um agricultor disse temer que os rios de lava destruam sua casa e sua fazenda.

"Se minha casa for destruída não sei como recomeçar minha vida. Não sei onde meus filhos dormirão, e tudo que posso fazer agora é rezar", disse Gusti Gege Astana, de 40 anos.

As autoridades também observaram que existem cerca de 30 mil cabeças de gado dentro da zona de perigo ao redor do vulcão, e estão sendo feitos esforços para afastar as manadas, que são uma fonte de renda importante para muitos residentes.

Mais de mil pessoas morreram na última erupção do monte Agung, ocorrida em 1963.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos