PUBLICIDADE
Topo

Polícia alemã prende suposto militante do Estado Islâmico em esquema de ataque com caminhão

20/12/2017 19h41

BERLIM (Reuters) - A polícia alemã prendeu um homem de 29 anos que informou ser um membro ativo do grupo Estado Islâmico e que planejava um ataque com caminhão contra uma pista de gelo.

A prisão, um ano após Anis Amri, um tunisiano com ligações islâmicas que teve pedido de asilo negado, roubar um caminhão e dirigi-lo contra um mercado natalino em Berlim, matando 12 pessoas, acontece conforme serviços da segurança alertaram sobre um crescente número de islâmicos radicais na Alemanha.

“Ele estava considerando um ataque contra o rinque de gelo na Schlossplatz, em Karlsruhe”, informou a polícia de Baden-Wuerttemberg, no sudoeste da Alemanha, acrescentando que o suspeito é um cidadão alemão cujo nome divulgou somente como Dasbar W.

“Para esta finalidade ele estava averiguando áreas ao redor do Castelo de Karlsruhe e, desde setembro de 2017, havia começado a buscar emprego como motorista de entregas – sem sucesso”, informou a polícia em comunicado.

Em 2015, o suspeito viajou ao Iraque para lutar pelo Estado Islâmico, recebendo treinamento de armas e trabalhando como observador, buscando possíveis alvos de ataques na cidade de Erbil, segundo a polícia. Ele voltou para a Alemanha no ano seguinte.

Antes de viajar ao Iraque, Dasbar trabalhou para o Estado Islâmico na Alemanha, produzindo vídeos de propaganda e se dirigindo a convertidos em chats online, de acordo com a polícia.

(Reportagem de Thomas Escritt)