PUBLICIDADE
Topo

Kremlin rejeita alegações de que Rússia é responsável por mortes de civis em Ghouta, na Síria

21/02/2018 11h33

MOSCOU (Reuters) - O Kremlin disse nesta quarta-feira que as alegações do Ocidente de que a Força Aérea russa é responsável por mortes de civis no distrito sírio controlado por rebeldes de Ghouta Oriental não têm fundamento.

Forças pró-governo bombardearam Ghouta Oriental na terça-feira, em uma onda de violência que um órgão de monitoramento da guerra disse ter deixado ao menos 250 mortos desde a noite de domingo.

A Rússia tem fornecido apoio aéreo para o Exército sírio desde que Moscou interveio para ajudar o presidente Bashar al-Assad em 2015.

"Essas são acusações sem fundamento, nós não sabemos em que elas são baseadas", disse o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, quando questionado sobre alegações ocidentais de que a Rússia seria responsável por algumas das mortes em Ghouta Oriental.

"Elas (as alegações) não são fundamentadas por nenhuma informação específica. Nós não concordamos com elas", disse Peskov a repórteres.

(Reportagem de Polina Ivanova)