Nevascas siberianas atingem Reino Unido e Irlanda; motoristas ficam retidos na Escócia

Por Elisabeth O'Leary

EDIMBURGO (Reuters) - Tempestades de neve vindas da Sibéria provocaram nesta quinta-feira as piores condições climáticas vistas no Reino Unido e na Irlanda desde 1991, impedindo a circulação de centenas de motoristas durante a madrugada na Escócia e fechando escolas e aeroportos.

Diante de até 32 centímetros de neve e temperaturas de 10,3 graus Celsius negativos em algumas áreas, os serviços meteorológicos do Reino Unido e da Irlanda emitiram seus alertas vermelhos mais rigorosos, aconselhando as pessoas a ficarem em casa devido ao perigo de circular.

"Vimos muita neve de ontem para hoje", disse Clare Nasir, meteorologista do Escritório de Meteorologia, o serviço meteorológico britânico. "As comunidades ficaram isoladas e as estradas ficaram bloqueadas".

A onda de frio, apelidada de "Fera do Leste", está sendo causada por uma elevação das temperaturas sobre o Ártico que enfraqueceu a corrente de vento que leva ar quente do Atlântico para a Irlanda e o Reino Unido.

Centenas de pessoas ficaram presas em seus carros de quarta para quinta-feira na estrada M80, que liga Glasgow a Edimburgo, e estavam sendo aconselhadas a ficar onde se encontravam até a polícia conseguir alcançá-los.

"No auge, estimados mil veículos estavam parados, (com) congestionamentos de quase 13 quilômetros rumo ao norte e ao sul", informou a polícia escocesa.

Um médico disse à Reuters que funcionários estavam presos pela neve em um hospital próximo de Glasgow.

Os dois aeroportos britânicos mais movimentados, Heathrow e Gatwick, alertaram que os voos seriam cancelados nesta quinta-feira. Voos e trens foram cancelados em todo o Reino Unido e a Irlanda.

Mais da metade dos trens sofreram cancelamentos ou atrasos no horário de pico em Waterloo, a estação de trem mais movimentada de Londres, e a estação de Paddington foi fechada.

A operadora de trens Southern Railways disse que um pedaço de gelo de cerca de 2,4 metros encontrado em um túnel estava atrasando os serviços entre Gatwick e Brighton.

O Escritório de Meteorologia britânico alertou para a possibilidade de chuva gelada no sul da Inglaterra, já que a tempestade Emma está seguindo na direção norte vinda de Portugal e da França.

(Reportagem adicional de Michael Holden e Andrew MacAskill em Londres)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos