PUBLICIDADE
Topo

Adolescente palestina julgada por agredir soldado israelense aceita acordo judicial

21/03/2018 15h43

JERUSALÉM (Reuters) - Uma adolescente palestina que foi filmada chutando e batendo em um soldado israelense na Cisjordânia ocupada aceitou um acordo judicial nesta quarta-feira sob o qual será condenada a oito meses de prisão, informou sua advogada.

Ahed Tamimi, de 17 anos, se tornou um símbolo para palestinos depois que o incidente do dia 15 de dezembro, do lado de fora de sua casa no vilarejo de Nabi Sale, foi transmitido ao vivo no Facebook por sua mãe e viralizou na internet.

A advogada de Tamimi, Gaby Lasky, disse que o acordo ainda não foi apresentado à corte na prisão militar de Ofer perto da cidade de Ramallah, na Cisjordânia.

Tamimi tinha 16 anos na época da infração. Seu julgamento começou no mês passado e ela enfrentava 12 acusações, incluindo por lesão corporal qualificada.

Lasky afirmou que, sob o acordo judicial, Tamimi se declararia culpada de uma acusação reduzida e seria condenada a oito meses de prisão.

(Reportagem de Ali Sawafta)