PUBLICIDADE
Topo

Presidente de Mianmar renuncia para "descansar de deveres"

21/03/2018 09h37

YANGON (Reuters) - O presidente civil de Mianmar, Htin Kyaw, renunciou com efeito imediato "para descansar dos atuais deveres e responsabilidades", informou seu gabinete em comunicado publicado no Facebook nesta quarta-feira.

Htin Kyaw, cujo cargo é principalmente cerimonial, tem sido um grande aliado da líder do governo do país, Aung San Suu Kyi. Ele foi escolhido pela vencedora do prêmio Nobel da Paz para se tornar presidente, porque uma Constituição elaborada pela ex-junta militar do país a impede de assumir o posto.

A mídia local especulava há alguns meses que Htin Kyaw estava com problemas de saúde, o que foi negado por autoridades.

O gabinete do presidente disse: "De acordo com o artigo 73 (b) da Constituição de Mianmar, procedimentos serão conduzidos para preencher a vaga de presidente dentro de sete dias úteis".

(Reportagem de Thu Thu Aung e Antoni Slodkowski)