PUBLICIDADE
Topo

Polícia francesa prende homem que tentou atropelar soldados nos Alpes

29/03/2018 10h01

LYON, França (Reuters) - A polícia francesa prendeu um homem suspeito de tentar atropelar, com um carro roubado, um grupo de soldados que fazia uma caminhada do lado de fora de sua base no sopé dos Alpes nesta quinta-feira, disse uma fonte policial.

Um porta-voz do regimento terrestre do Exército na região de Isère disse à Reuters que soldados informaram à polícia que o motorista primeiro passou por eles gritando insultos em árabe, antes de voltar e tentar atropelá-los. Ninguém ficou ferido no incidente.

"Havia cerca de 10 deles caminhando do lado de fora de seus quartéis. Ele visou um grupo de quatro, mas ninguém foi atingido", disse o porta-voz das forças terrestres de Isère.

O suspeito foi preso em um carro Peugeot 208 roubado em Grenoble, cerca de 15 quilômetros ao norte de Varces-Allières-et-Risset, onde aconteceu o incidente.

Não ficou claro se o motorista pretendia atropelar o grupo de 10 integrantes do 93º regimento da Artilharia Montanhesa ou simplesmente assustá-los, disse um porta-voz da prefeitura local.

O incidente causou susto no país, que está em alerta desde que adeptos do Estado Islâmico mataram quatro pessoas no sul francês na semana passada, o primeiro ataque militante desde que o presidente Emmanuel Macron suspendeu um estado de emergência.

"Não sabemos se foi uma ação involuntária, um ato para tentar assustar os soldados ou um gesto deliberado", disse o porta-voz.

Uma fonte próxima da investigação disse que os motivos do motorista não estão claros, mas que o incidente está sendo levado a sério.

Na quarta-feira Macron disse que a França está envolvida em uma luta contra o "fundamentalismo islâmico clandestino" ao prestar homenagem ao gendarme que tomou o lugar de um refém no ataque de sexta-feira em Trebes e foi morto pelo agressor de origem marroquina.

(Por Emmanuel Jarry em Paris e Catherine Lagrange em Lyon)