Bloqueios seguem na maioria das estradas, dizem concessionárias

SÃO PAULO (Reuters) - Bloqueios parciais do tráfego em diversas rodovias prosseguiam na tarde desta sexta-feira em várias regiões do país, segundo informações das maiores concessionárias de estradas, mesmo após o governo federal ter anunciado um acordo com parte dos representantes de caminhoneiros na véspera para suspender os protestos.

A rodovia Presidente Dutra, que liga São Paulo e Rio de Janeiro, tem manifestações em vários trechos nos dois sentidos. Em Lorena, no sentido SP, a faixa da esquerda está liberada apenas para veículos de passeio e ônibus, segundo a administradora CCR. O mesmo acontecia na altura do município fluminense de Seropédica (km 204), nos dois sentidos, segundo a CCR.

A empresa informou ainda que o tráfego é normal para veículos de passeio nas rodovias Castello Branco, Raposo Tavares, que ligam a capital paulista ao interior, com caminhões ocupando a faixa da direita.

Os acessos para as rodovias BR-267 (entre Minas Gerais, São Paulo e Mato Grosso do Sul), MS-040 (Mato Grosso do Sul) e BR-262 (Espírito Santo-MG-SP-MS), há pontos de paralisação próximos da BR163, no entanto, até o momento, sem reflexos no trecho administrado pela companhia.

Na Rodovia dos Bandeirantes, o tráfego é normal nos dois sentidos, afirmou a CCR. Já na Anhanguera, há manifestações causando lentidão nos dois sentidos em Limeira (km-148). Ambas ligam a capital paulista ao interior do Estado.

A Ecorodovias informou que a rodovia Ayrton Senna teve o tráfego no sentido da capital paulista normalizado e as condições são boas no sentido contrário. O movimento é normal na rodovia Carvalho Pinto, nos dois sentidos, na Hélio Smidt e no trecho da rodovia Tamoios sob concessão da empresa (São José dos Campos).

Mas a região de planalto da rodovia paulista Anchieta segue congestionado no sentido litoral, do km 22 ao km 24, e também no sentido São Paulo, do km 24 ao km 23. O tráfego de veículos de passeio e ônibus liberado somente pela faixa da esquerda. Acessos ao Porto de Santos estavam bloqueados, nas margens esquerda e direita.

A Arteris informou em sua conta no Twitter que as rodovias que administra Régis Bittencourt, ligação entre São Paulo e o Sul do país, têm vários pontos com manifestações, com passagem livre apenas para veículos de passeio. Na Fernão Dias, entre SP e MG, o fluxo de veículos segue sem pontos de congestionamento ou manifestação no trecho paulista, mas há quatro pontos de interdição em Minas.

A Triunfo informou em sua conta no Twitter que o trânsito flui bem ao longo do trecho de concessão da BR-290 e BR-116, no Rio Grande do Sul. "Não há registro de bloqueios e o fluxo de veículos é mais baixo que o de costume na rodovia", afirmou.

Consultada, a entidade que representa as concessionárias (ABCR) afirmou não ter sido consultada pelo governo federal sobre o ponto do acordo anunciado na quinta-feira à noite, que isenta os caminhoneiros de pagar pedágio pela passagem do terceiro eixo suspenso.

(Por Aluísio Alves)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos