Líder de Movimento 5 Estrelas convoca protestos pacíficos na Itália

ROMA (Reuters) - O líder do Movimento 5 Estrelas da Itália, Luigi Di Maio, convocou nesta segunda-feira partidários a protestar pacificamente, um dia depois que um impasse com o presidente o forçou a abandonar esforços para formar uma coalizão governista com a legenda de extrema-direita Liga.

"Não vamos desistir agora, nós não podemos ceder à arrogância das instituições que decidiram impedir as pessoas de tomar decisões para seu próprio país", disse Di Maio, em transmissão ao vivo em sua conta no Facebook.

"Façam barulho, é importante que nós façamos isso todos juntos", acrescentou.

O líder de 31 anos disse que o grupo anti-establishment irá organizar passeatas e manifestações pacíficas em todas as cidades italianas, incluindo um evento em Roma no dia 2 de junho, durante feriado nacional que celebra a data em que o país se tornou uma República em 1946.

Di Maio também reiterou que o grupo nunca planejou que a Itália saísse da zona do euro.

(Reportagem de Giulia Segreti)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos