PUBLICIDADE
Topo

EUA ajudarão Seul a levar remédios para gripe à Coreia do Norte apesar de impasse

21/12/2018 12h03

Por Hyonhee Shin

SEUL (Reuters) - Os Estados Unidos concordaram em ajudar a Coreia do Sul a enviar remédios contra a gripe à Coreia do Norte, comunicou uma autoridade sul-coreana nesta sexta-feira, após Washington dizer que auxiliará o esforço apesar de um impasse nas negociações nucleares.

O líder norte-coreano, Kim Jong Un, prometeu trabalhar pela desnuclearização em uma cúpula histórica com o presidente dos EUA, Donald Trump, em Cingapura em junho, mas os dois lados fizeram pouco progresso desde então.

A Coreia do Norte provocou novas dúvidas sobre um acordo nuclear na quinta-feira, quando sua mídia estatal disse que qualquer pacto para que o país abdique de seu arsenal nuclear tem que incluir a eliminação completa de "ameaça nucleares" dos EUA.

Enquanto EUA e Pyongyang discutem um acordo nuclear, a Coreia do Sul se mostra disposta a melhorar a relação com sua antiga rival e vem adotando medidas para estabelecer ligações em várias áreas, inclusive transporte e assistência humanitária.

Os EUA temem que os sul-coreanos possam estar se precipitando no estabelecimento de tais laços, tendo em conta o pouco avanço na desnuclearização.

Apesar disso, Stephen Biegun, representante especial dos EUA para a Coreia do Norte, disse na quarta-feira, ao chegar à Coreia do Sul para conversas, que estudará com grupos humanitários como levar "assistência adequada" à Coreia do Norte, especialmente no inverno.

O representante especial da Coreia do Sul para os assuntos de paz e segurança coreanos, Lee Do-hoon, disse depois de conversar com Biegun na quinta-feira que os EUA concordaram em fornecer o remédio contra a gripe Tamiflu à Coreia do Norte.