PUBLICIDADE
Topo

Petroleira italiana Eni diz estar monitorando situação na Venezuela com muito cuidado

24/01/2019 12h14

MILÃO (Reuters) - A petroleira italiana Eni está monitorando a situação na Venezuela com muito cuidado, mas sua produção no país por enquanto não é afetada, disse um porta-voz nesta quinta-feira.

"A situação nos campos é tranquila e controlada", disse o porta-voz.

Na quarta-feira, o líder da oposição venezuelana, Juan Guaidó, declarou-se presidente interino, conquistando o apoio de Washington e de muitos países latino-americanos, como o Brasil.

Seu movimento levou o presidente socialista Nicolas Maduro, que liderou a nação rica em petróleo desde 2013, a romper relações com os Estados Unidos.

Produtor de petróleo da Opep, a Venezuela produziu mais de 2 milhões de barris por dia (bpd) em 2017, mas uma profunda crise econômica e social tem provocado uma queda importante da produção à medida que milhões de pessoas fogem do país.

Companhias petrolíferas estrangeiras que operam na área tiveram problemas com pagamentos em petróleo da Venezuela.

A Eni, que está na Venezuela desde 1998, atualmente produz cerca de 46 mil barris de óleo equivalente por dia.

(Reportagem de Stephen Jewkes)