PUBLICIDADE
Topo

Dois engenheiros que prestaram serviço para Vale em barragem de Brumadinho são presos em SP, diz MP

29/01/2019 07h51

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Dois engenheiros que prestaram serviço para a Vale em Brumadinho na barragem que se rompeu na semana passada, deixando dezenas de mortos e centenas de desaparecidos, foram presos nesta terça-feira um São Paulo a pedido da Justiça de Minas Gerais, informou o Ministério Público de São Paulo.

Segundo uma fonte com conhecimento da decisão judicial que determinou a prisão, os engenheiros foram responsáveis por atestar a segurança da barragem na mina do Córrego do Feijão, em Brumadinho.

O rompimento, ocorrido na sexta-feira, deixou ao menos 65 mortos e 279 desaparecidos, de acordo com o último balanço das autoridades divulgado na noite de segunda-feira, após ter lançado uma enorme avalanche de lama de rejeitos sobre comunidades, a área administrativa da própria Vale e a cidade.

(Por Pedro Fonseca)