PUBLICIDADE
Topo

Líder supremo do Irã diz que EUA buscam guerra e sedição "em toda parte"

27/02/2019 15h57

LONDRES (Reuters) - O líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, qualificou nesta quarta-feira os Estados Unidos como um país indigno de confiança e beligerante e fez um apelo à vizinha Armênia a estreitar seus laços com Teerã apesar das pressões dos EUA.

O Irã está sofrendo com as sanções impostas por Washington depois que o presidente Donald Trump retirou seu país de um acordo nuclear de 2015 entre o Irã e seis grandes potências no ano passado por vê-lo como profundamente falho.

Washington alertou empresas internacionais que elas serão barradas do sistema financeiro dos EUA se violarem suas sanções aos setores energético e bancário iranianos, fazendo muitos países temerem fazer negócios com o Irã.

"Os americanos são totalmente indignos de confiança e querem sedição, corrupção, desentendimento e guerra em toda parte. Eles são contra as relações Irã-Armênia", disse Khamenei, segundo citações de seu site oficial, durante um encontro com o primeiro-ministro armênio, Nikol Pashinyan, em Teerã.

"Estamos comprometidos a ter boas relações com nossos vizinhos, mas autoridades dos EUA como (o conselheiro de Segurança Nacional) John Bolton não têm nenhuma compreensão de questões e relações humanas", disse Khamenei.

Bolton tem uma visão particularmente rígida do Irã no governo Trump.

(Por Bozorgmehr Sharafedin)