Topo

Irã promete Segurança no Estreito de Ormuz e pede diplomacia

23/07/2019 20h25

DUBAI (Reuters) - O Irã não permitirá perturbação no Estreito de Ormuz, importante via aquática de transporte de petróleo, disse o vice-ministro de Relações Exteriores do Irã Abbas Araqchi nesta terça-feira em visita a Paris, afirmou a agência de notícias estatal Irna.

França, Itália, Holanda e Dinamarca apoiam uma missão naval liderada pela Europa para garantir o transporte seguro pelo Estreito de Ormuz, disseram três diplomatas da União Europeia nesta terça-feira, ideia sugerida pelo Reino Unido após a apreensão de um petroleiro britânico pelo Irã. 

"O Irã usará seus melhores esforços para assegurar a região, especialmente no Estreito de Ormuz, e não permitirá qualquer perturbação nos transportes nesta área tão sensível", disse Araqchi ao ministro francês de Relações Exteriores, Jean-Yves Le Drian, segundo a Irna.

Araqchi se reuniu depois com o presidente francês, Emmanuel Macron, e entregou uma mensagem do presidente iraniano, Hassan Rouhani, disse a Irna. "Ambos (Macron e Araqchi) enfatizaram o uso da diplomacia para trazer a paz ao mundo", disse a agência. 

Le Drian disse mais cedo que a França estava trabalhando com os governos europeus para melhorar a segurança marítima no golfo, mas não chegou a apoiar o pedido do Reino Unido por uma missão naval para garantir a segurança dos transportes de cargas na região. 

Quase um quinto do petróleo consumido mundialmente passa pelo Estreito de Ormuz. 

(Reportagem de Dubai) 

Mais Notícias