Topo

Forças lideradas por curdos dizem que deixaram cidade na fronteira com Síria

20/10/2019 15h40

Por Suleiman Al-Khalidi e Tuvan Gumrukcu

BEIRUTE/ANCARA (Reuters) - As Forças Democráticas Sírias (FDS) lideradas por curdos disseram neste domingo que se retiraram da cidade fronteiriça de Ras al Ain sob um acordo de cessar-fogo negociado pelos Estados Unidos, mas um porta-voz para os rebeldes sírios, apoiados pela Turquia, disse que a retirada ainda não estava completa.

Ras al Ain é uma das duas cidades na fronteira entre Turquia e Síria que foram os principais alvos da ofensiva turca para forçar um recuo de combatentes curdos e criar uma "zona segura" de mais de 30 quilômetros dentro da Síria.

A Turquia pausou a ofensiva na noite de quinta-feira sob um acordo negociado entre o presidente turco, Tayyip Erdogan, e o vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence.

Erdogan alertou que a Turquia retomará o ataque quando o prazo expirar na terça-feira se as FDS não tiverem se retirado da zona segura.

Notícias