PUBLICIDADE
Topo

China testa medicamento contra HIV para novo coronavírus, diz farmacêutica

26.jan.2020 - Usuários do metrô de Pequim, na China, usam máscaras; país enfrenta surto de coronavírus - Carlos Garcia Rawlins/Reuters
26.jan.2020 - Usuários do metrô de Pequim, na China, usam máscaras; país enfrenta surto de coronavírus Imagem: Carlos Garcia Rawlins/Reuters

26/01/2020 17h11

(Reuters) - A China está testando um medicamento contra o HIV como tratamento para os sintomas do novo coronavírus que está se espalhando rapidamente, disse a farmacêutica AbbVie neste domingo.

As autoridades de saúde da China solicitaram o medicamento para ajudar nos esforços do governo para enfrentar a crise, de acordo com Adelle Infante, porta-voz da AbbVie, sediada em North Chicago, Illinois.

O Aluvia, também conhecido como Kaletra, é uma combinação de lopinavir e ritonavir.

Em orientação publicada na quinta-feira, o governo disse que não há remédio antivírus eficaz, mas sugeriu tomar duas pílulas de lopinavir/ritonavir e inalar uma dose de interferon alfa duas vezes por dia.

Autoridades de saúde de todo o mundo estão correndo para evitar uma pandemia depois que mais de 2.000 pessoas foram infectadas na China e 56 morreram após contrair o vírus.

(Reportagem de Michael Erman em Nova York e Roxanne Liu em Pequim; reportagem adicional de David Henry)

Notícias