PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

G7 diz que trabalhará com China para combater 'políticas econômicas coercitivas'

Países do G7 pediram à China que cumpra suas obrigações e responsabilidades econômicas - STR/AFP
Países do G7 pediram à China que cumpra suas obrigações e responsabilidades econômicas Imagem: STR/AFP

Elizabeth Piper

05/05/2021 14h50Atualizada em 05/05/2021 14h50

Os países do G7 pediram à China que cumpra suas obrigações e responsabilidades econômicas nesta quarta-feira, mencionando que trabalharão juntos para melhorar sua resiliência econômica a "políticas e práticas econômicas arbitrárias e coercitivas".

"Como nações que apoiam sociedades abertas e comércio livre e justo conduzido dentro de um sistema de regras e padrões internacionais transparentes e previsíveis, estamos unidos em nossa preocupação com relação às práticas que minam esses sistemas econômicos livres e justos, incluindo comércio, investimento e financiamento do desenvolvimento", disseram os chanceleres do G7 em um comunicado.

"Trabalharemos coletivamente para promover a resiliência econômica global em face de práticas e políticas econômicas coercitivas e arbitrárias. Instamos a China a assumir e cumprir obrigações e responsabilidades proporcionais ao seu papel econômico global."

Internacional