PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Instituto indiano espera "grande" exportação de vacinas ao quase quadruplicar produção

21/10/2021 12h18

Por Krishna N. Das

NOVA DÉLHI (Reuters) - O Instituto Serum da Índia (SII), o maior fabricante mundial de vacinas, quase quadruplicou sua capacidade de produção mensal de doses da vacina contra Covid-19 da AstraZeneca, elevando a produção a até 240 milhões de doses, e está preparado para exportar "grandes volumes" a partir de janeiro, disse seu presidente-executivo à Reuters.

A Índia retomou as exportações de vacinas contra Covid-19 neste mês pela primeira vez desde abril, enviando cerca de 4 milhões de doses a países amigos, mas nenhuma ao mecanismo de compartilhamento global de vacinas Covax. A produção mensal do SII era de cerca de 65 milhões de doses quando o governo indiano suspendeu todas as exportações por ver as infecções domésticas dispararem.

"Como convertemos muitos edifícios e usinas para isso, entre 220 milhões e 240 milhões é nossa produção agora, o que é suficiente para o país", disse Adar Poonawalla depois que a Índia comemorou o marco de administrar 1 bilhão de doses nesta quinta-feira.

"A Índia pode precisar de doses de reforço e outras coisas também, por isso as exportações de janeiro não chegarão a 200 milhões de doses. Mas certamente será em grandes volumes."

A empresa de propriedade familiar pode ser capaz de exportar até 30 milhões de vacinas por mês em novembro e dezembro, acrescentou ele.

O SII foi contratado para fornecer centenas de milhões de doses para o Covax, que tem o apoio da Organização Mundial da Saúde (OMS), mas só entregou algumas dezenas de milhões de doses. A empresa responde por quase 90% das doses administradas na Índia.