Dois irmãos brasileiros são presos na Espanha por supostas ligações com Estado Islâmico

MADRI (Reuters) - A polícia espanhola prendeu dois irmãos brasileiros na cidade de Estepona, no sul da Espanha, por supostas ligações com o grupo militante Estado Islâmico, informou a Guarda Civil do país.

A polícia disse que os irmãos haviam se radicalizado e distribuído propaganda do grupo pela internet.

O comunicado da Guarda Civil na segunda-feira disse que havia identificado "vínculos internacionais significativos" entre os irmãos e indivíduos presos ou sob investigação em países europeus relacionados ao que descreveu como "a ameaça jihadista".

A Guarda Civil foi auxiliada pelo FBI dos Estados Unidos e pela polícia brasileira, segundo o comunicado.

Os irmãos, cujos nomes não foram revelados, compareceram perante um juiz e estão sendo mantidos na prisão enquanto a investigação continua.

Desde os atentados a trem em Madri em 2004, que foram realizados por islamistas e mataram 191 pessoas, a polícia espanhola prendeu mais de 1.000 supostos jihadistas, sendo 56 deles em 2023, de acordo com dados do Ministério do Interior.

(Reportagem de Emma Pinedo)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes