Braço armado do Hamas diz que refém mais jovem e parentes foram mortos em ataque aéreo israelense

CAIRO/JERUSALÉM (Reuters) - O braço armado do grupo militante palestino Hamas disse nesta quarta-feira que o bebê Kfir Bibas, de 10 meses, seu irmão de 4 anos e sua mãe foram mortos em bombardeios israelenses anteriores na Faixa de Gaza.

O Exército israelense afirmou que estava verificando a alegação das Brigadas Al Qassam. A Reuters não conseguiu verificar imediatamente a alegação de forma independente.

(Reportagem de Enas Alashray, no Cairo, e Emily Rose, em Jerusalém)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora