Nasa treinará astronauta indiano para viagem à Estação Espacial Internacional

Por Nivedita Bhattacharjee

BENGALURU (Reuters) - A Nasa treinará um astronauta indiano para uma viagem à Estação Espacial Internacional (ISS) já no ano que vem, disse o diretor da Nasa, Bill Nelson, nesta quarta-feira, com o aprofundamento dos laços espaciais entre a Índia e os Estados Unidos.

“Há uma oportunidade de compartilhar ciência”, disse Nelson, falando em um evento em Bengaluru, onde deverá inspecionar o satélite Nisar na quinta-feira.

O Nasa-ISRO SAR (Nisar) é um sistema observatório de órbita baixa da Terra desenvolvido em conjunto pela Nasa e pela Organização Indiana de Pesquisa Espacial (ISRO, na sigla em inglês). Aproximadamente do tamanho de um SUV, o satélite está previsto para ser lançado da Índia no primeiro trimestre do próximo ano, com previsão inicial para janeiro.

O Nisar mapeará todo o planeta uma vez a cada 12 dias, fornecendo dados para a compreensão das mudanças nos ecossistemas, massa de gelo, biomassa vegetal, aumento do nível do mar, águas subterrâneas e riscos naturais, incluindo terremotos, tsunamis, vulcões e deslizamentos de terra.

A Índia pretende aumentar em cinco vezes a sua participação no mercado global de lançamento de satélites na próxima década e concordou em aderir aos Acordos Artemis, da Nasa, em junho deste ano.

Os acordos têm o objetivo de esclarecer e modernizar os princípios do Tratado do Espaço Sideral de 1967, amplamente ratificado, apelando à transparência científica e estabelecendo regras de coordenação para evitar interferências prejudiciais no espaço e na Lua.

A Índia venceu em agosto uma corrida para alcançar o polo sul da Lua contra a Rússia, depois que o módulo de pouso Luna-25, da Rússia, sofreu um acidente enquanto estava em órbita. 

(Reportagem de Nivedita Bhattacharjee, em Bengaluru)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora