Opositor russo Navalny é retirado de prisão e paradeiro é desconhecido, dizem apoiadores

(Reuters) - O político da oposição russa Alexei Navalny foi removido da colônia penal IK-6 na região de Vladimir, a leste de Moscou, e seu paradeiro atual não é conhecido, disseram seus aliados nesta segunda-feira.

Assessores de Navalny estavam se preparando para a possível transferência dele para uma colônia de regime mais severo depois que ele foi condenado em agosto a mais 19 anos de prisão.

A porta-voz de Navalny Kira Yarmysh afirmou que funcionários da colônia IK-6, na cidade de Melekhovo, disseram ao advogado que esperava do lado de fora que o líder da oposição não estava mais entre seus presos.

“Eles se recusam a dizer para onde o levaram”, declarou ela na plataforma de mídia social X.

O processo de transferência ferroviária de prisioneiros através do vasto território da Rússia pode levar semanas, e os familiares não conseguem obter informações sobre seu paradeiro e bem-estar até chegarem ao destino.

Os advogados de Navalny não conseguem contatá-lo desde a última terça-feira.

Sua assessora, Lyubov Sobol, disse à Reuters na semana passada que seus apoiadores temiam que ele estivesse sendo transferido para uma nova colônia penal e que o momento estava ligado ao início de uma campanha eleitoral presidencial na qual Vladimir Putin disse que buscará outro mandato de seis anos.

“Eles têm tanto medo de Navalny, que está na prisão, que tem direitos de correspondência limitados, não pode ver a sua família e assim por diante, que durante o período em que Putin iria declarar, eles decidiram simplesmente isolar Navalny o mais longe possível do mundo exterior", disse ela.

(Reportagem de Mark Trevelyan)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora