PUBLICIDADE
Topo

França celebra chegada de 2021 com Jean-Michel Jarre em Notre-Dame virtual e David Guetta no Louvre

31/12/2020 17h34

Os franceses entram em 2021 ao som de música eletrônica. Diante das medidas restritivas impostas pelo governo para conter a pandemia de Covid-19, o compositor Jean-Michel Jarre e o DJ David Guetta prepararam concertos especiais para que a população pudesse celebrar o Réveillon dentro de casa, festejando a virada pela tela do computador.

Os franceses entram em 2021 ao som de música eletrônica. Diante das medidas restritivas impostas pelo governo para conter a pandemia de Covid-19, o compositor Jean-Michel Jarre e o DJ David Guetta prepararam concertos especiais para que a população pudesse celebrar o Réveillon dentro de casa, festejando a virada pela tela do computador.

Sempre em busca de avanços tecnológicos, o pioneiro da música eletrônica Jean-Michel Jarre imaginou um concerto imersivo para o Réveillon. O espetáculo será apresentado em uma réplica, em realidade virtual, da catedral de Notre-Dame, que está fechada desde o incêndio de 2019 e que foi digitalizada para a ocasião. O evento pode ser acompanhado pelo YouTube e Facebook.

Patrocinado pela Unesco, o show imersivo foi batizado "Bem-vindos ao outro lado". Em entrevista à RFI, Jarre disse que o objetivo é enviar uma mensagem festiva em um momento em que as manifestações culturais na França estão suspensas por causa da pandemia.

"A ideia desse concerto surgiu conversando com Anne Hidalgo, prefeita de Paris. Dissemos que não podíamos jogar a toalha nesse fim de ano".

Com o concerto virtual, o compositor espera "convidar o mundo inteiro para o coração de Paris com esse concerto em uma Notre-Dame virtual. Queríamos ao mesmo tempo homenagear a catedral que está, como nós, enfraquecida. Ela é uma joia do patrimônio mundial, que nos une". Jarre deseja, com esse projeto, que "as pessoas que estão isoladas geograficamente e socialmente possam compartilhar uma manifestação cultural".

Concerto diante do Louvre

Também em Paris, o DJ David Guetta apresenta um concerto especial gravado diante da Pirâmide do Louvre, um dos locais mais visitados da capital francesa. O evento será caritativo, como os que o francês fez em Miami e em Nova York durante a crise sanitária.

Com 50 milhões de visitas acumuladas nos eventos anteriores, o DJ arrecadou US$ 1,5 milhão. Este terceiro evento tem como objetivo apoiar as ações da Unicef.

Além dos dois concertos, a emissora pública France 2 transmite um show especial, com cerca de 50 artistas franceses e internacionais, gravado no Palácio de Versalhes. O evento será concluído com uma queima de fogos, transmitida na hora da virada.

Tradicionalmente em Paris a população se reúne na avenida Champs-Elysées, no centro da capital. Apesar das baixas temperaturas dessa época do ano, milhares fazem a contagem regressiva para entrar no ano novo, antes de uma queima de fogos.  

Mas este anos, a França impôs desde 15 de dezembro um toque de recolher a partir das 20h. O dispositivo, que foi mantido para a noite da virada, será controlado por um batalhão de policiais. Cerca de 100 homens foram mobilizados para evitar aglomerações nas ruas.