PUBLICIDADE
Topo

Polícia apura se houve ação de terceiros em queda de rocha em Capitólio

14/01/2022 12h47

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) apura se o acidente envolvendo a queda de uma rocha nos cânions de Capitólio pode ter sido causado por ação de terceiros. Segundo o órgão, no entanto, ainda é necessário aguardar um laudo que está sendo produzido por geólogos a fim de verificar qual seria o motivo da queda. Ainda não está descartada a possibilidade de o acidente ter alguma causa natural.

"O foco agora não é procurar culpados, mas sim respostas. Estamos trabalhando ao lado da ciência. Além do nosso núcleo de peritos, estamos com diversos especialistas e geólogos", afirmou em entrevista coletiva nesta sexta-feira (14) o delegado Marcos Pimenta, que preside a investigação sobre as causas do acidente.