Com 30 mil e sem líderes, protesto em BH começa em festa e termina em tumulto

Carlos Eduardo Cherem
Do UOL, em Belo Horizonte

  • Dudu Macedo/Futura Press

    Embora tenha ocorrido de forma pacífica durante boa parte do tempo, a manifestação iniciada no começo da tarde desta segunda-feira pelas ruas de Belo Horizonte (MG) foi marcada por um tumulto generalizado, com a Polícia Militar usando bombas de gás lacrimogênio e balas de borracha para conter os manifestantes

    Embora tenha ocorrido de forma pacífica durante boa parte do tempo, a manifestação iniciada no começo da tarde desta segunda-feira pelas ruas de Belo Horizonte (MG) foi marcada por um tumulto generalizado, com a Polícia Militar usando bombas de gás lacrimogênio e balas de borracha para conter os manifestantes

Por volta de 12h desta segunda-feira (17), milhares de manifestantes começaram a se reunir na praça Sete, no hipercentro de Belo Horizonte, protestando contra os gastos do governo com a Copa das Confederações e do Mundo e pela redução no preços das passagens do transporte público. Em poucos minutos, a praça foi tomada e o trânsito interrompido. Os manifestantes seguiram em passeata pela avenida Afonso Pena, em direção ao Mineirão. A Polícia Militar abriu caminho para os manifestantes.

"Está muito bonito. Pacífico e ordeiro. Não há necessidade de intervenção", afirmou a tenente-coronel Cláudia Romualdo que caminhou junto com os manifestantes, aplaudida e elogiada, a militar posava para fotos, ganhou flores e foi chamada até de "presidenta" por populares. "Só não pode chegar até o Mineirão. Lá o controle não é nosso", afirmou Cláudia Romualdo.

Protestos contra o aumento da tarifa do transporte coletivo
Protestos contra o aumento da tarifa do transporte coletivo

A militar estimou em 30 mil pessoas o número de manifestantes. "É a maior manifestação na cidade, desde os anos 1990, quando os cara pintadas foram para as ruas", afirmou a militar, recordando das passeatas em 1992, pela queda do ex-presidente Fernando Collor de Mello.

  • Manifestantes sobem no Congresso Nacional

  • Policial à paisana usa arma de fogo no Rio

A multidão percorreu a avenida Afonso Pena e entrou, pelo complexo de viadutos da rodoviária, na avenida Antonio Carlos, até o Mineirão. Apoiada pela população que aplaudia o mar de gente que transitava pela via.

Foi uma festa até a entrada da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). Alguns jovens fizeram pichações no trajeto, outros, a exemplo de punks, soltaram alguma bombas, mas eram imediatamente censurados pelos manifestantes e vaiados. Tudo ia bem.

Na entrada da UFMG, a PM fez uma primeira tentativa de bloquear a passagem da multidão. "É só até aqui. Daqui em diante, o controle é da Fifa", afirmou. Mas não havia interlocutores.

Protesto espontâneo

Não havia com quem conversar. Não havia lideranças que controlassem a multidão e pudesse negociar, assim, o tumulto generalizou-se. O que era uma festa virou um caos. Balas de borracha atiradas para o alto, bombas de gás lacrimogêneo e pedras atiradas pelos policiais. Durante 30 minutos, ente 17h e 17h30, houve o primeiro confronto. No impasse, a PM permitiu a continuidade da passeata.

Os manifestantes continuaram sua marcha, seguindo pela avenida Antônio Carlos, até o viaduto José de Alencar, na entrada do Mineirão. Ali, a PM alegando que "dali em diante não poderiam passar" criou-se novo tumulto. Não havia conversações e os manifestantes não arredavam o pé do local. O impasse durou cerca de 40 minutos.

Por volta de 19h, a tropa de choque entrou em ação e dispersou as pessoas. Novamente, pela segunda vez, o confronto generalizou-se fazendo com que a população se dispersasse, iniciaram-se então novas manifestações nas imediações. Cones de trânsito e banheiros químicos foram queimados nas imediações do estádio.

OS PROTESTOS EM IMAGENS (Clique na foto para ampliar)

  • PM espirra spray de pimenta em manifestante durante protesto no Rio

  • Em Brasília, manifestantes conseguiram invadir a área externa do Congresso Nacional

  • Milhares de manifestantes tomam a avenida Faria Lima, em SP

  • Após protesto calmo em SP, grupo tenta invadir o Palácio dos Bandeirantes, sede do governo

  • Manifestantes tentam invadir o Palácio Tiradentes, sede da Assembleia Legislativa do Rio

  • Um carro que estava estacionado em uma rua do centro do Rio foi virado e incendiado

  • Jovem é detida pela Brigada Militar durante protesto realizado em Porto Alegre

  • Cláudia Romualdo, comandante do policiamento de Belo Horizonte, posa com manifestantes

  • Estudante é preso dentro diante do Congresso Nacional

  • Manifestantes levam faixa alusiva a 1964 em Porto Alegre

  • Protestos pelo mundo, como este em Berlim, manifestam apoio aos atos no Brasil

  • Fotógrafos protestaram contra a violência da PM em relação aos jornalistas

  • Manifestante preso no protesto no dia 11 é solto em SP

  • Policial atinge cinegrafista com spray de pimenta

  • PM agride clientes de um bar na avenida Paulista

  • Policial atira bombas contra manifestantes

  • Cartaz faz referência à música Cálice, de Chico Buarque, escrita durante a ditadura

  • Manifestantes se ajoelham para tentar se proteger de ação policial

  • Mulher anda de bicicleta em meio a confronto entre policiais e manifestantes

  • Garota segura flor enquanto usa orelhão pichado durante protesto

  • Mulher é ferida na cabeça ao passar por confronto entre polícia e manifestantes

  • Policial atira contra manifestantes em rua do centro de São Paulo

  • Vídeo mostra policial quebrando o vidro do próprio carro da polícia em SP

  • Manifestante faz sinal da paz para policiais

  • Policial Militar aponta arma para se defender de agressores

  • Manifestantes se ajoelham diante de PMs durante protesto na avenida Paulista

  • Policial tenta apagar fogo provocado por manifestantes

  • Manifestantes fazem fogueira durante protesto contra o aumento das passagens

  • Manifestantes tomam a avenida Paulista no segundo protesto

  • Multidão participa do primeiro protesto contra a aumento na tarifa de ônibus

Notícias relacionadas

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos