Polvos mudam de cor conforme suas intenções, sugere pesquisa

Polvos podem ter mais interações sociais do que se acreditava anteriormente, afirma um novo estudo.

Biólogos estudaram um grupo de polvos na Costa Leste da Austrália e observaram uma variedade de comportamentos que podem indicar uma complexa capacidade de comunicação.

Polvos que ficam "de pé", escuros e com os tentáculos espalhados estão provavelmente com temperamento agressivo.

Por outro lado, os polvos podem assumir cores mais claras depois de perder uma briga ou para sinalizar que não querem brigar.

Até agora, acreditava-se que os polvos eram criaturas predominantemente solitárias, e suas mudanças de cor eram atribuídas a uma tentativa de evitar predadores.

Mas, segundo Peter Godfrey-Smith, professor da City University de Nova York (EUA), o estudo de sua autoria oferece uma nova perspectiva para esse comportamento.

"Um polvo (agressivo) vai ficar com a cor bastante escura, levantar-se de modo a acentuar seu tamanho e com frequência tentará buscar uma posição (geográfica) mais alta", disse ele à BBC.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos