PUBLICIDADE
Topo

CNJ manda tribunal apurar se Bretas violou conduta em ato com Bolsonaro

Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo, que publicou aqui o primeiro post no dia 24 de junho de 2006, é colunista da Folha e âncora do programa “O É da Coisa”, na BandNews FM. No UOL, Reinaldo trata principalmente de política; envereda, quando necessário — e frequentemente é necessário —, pela economia e por temas que dizem respeito à cultura e aos costumes. É uma das páginas pessoais mais longevas do país: vai completar 13 anos no dia 24 de junho.

Colunista do UOL

18/02/2020 18h45

O corregedor do Conselho Nacional de Justiça, Humberto Martins, determinou nesta terça-feira (17) ao Tribunal Regional Federal da Segunda Região, com sede no Rio de Janeiro, que apure se o juiz Marcelo Bretas violou o dever funcional ao participar de um ato com o presidente Jair Bolsonaro no último fim de semana.

No último sábado (15), Bretas acompanhou ao lado do presidente e de ministros do governo a cerimônia de inauguração da alça de ligação da Ponte Rio-Niterói à Linha Vermelha.

Nesta segunda (17), o juiz postou uma nota em uma rede social na qual disse que a ida ao evento não prejudicou a independência dele.(...)

Leia a íntegra no G1.

Leia também neste blog:

Corrupção do caráter - Bretas chuta o CNJ, adula Bolsonaro e faz política

Reinaldo Azevedo