PUBLICIDADE
Topo

Ministro com Covid-19 anuncia que está tomando chá de picão. É tiro e queda

Ministro Marcos Pontes, da Ciência e Tecnologia: doente, o ministro faz a coisa errada - Kleyton Amorim/UOL
Ministro Marcos Pontes, da Ciência e Tecnologia: doente, o ministro faz a coisa errada Imagem: Kleyton Amorim/UOL
Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo, que publicou aqui o primeiro post no dia 24 de junho de 2006, é colunista da Folha e âncora do programa “O É da Coisa”, na BandNews FM. No UOL, Reinaldo trata principalmente de política; envereda, quando necessário — e frequentemente é necessário —, pela economia e por temas que dizem respeito à cultura e aos costumes. É uma das páginas pessoais mais longevas do país: vai completar 13 anos no dia 24 de junho.

Colunista do UOL

31/07/2020 07h32

O feito mais notável do ministro Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia), até agora, é ter contraído a Covid-19. Isso não quer dizer que tenha descoberto o caminho do bom senso. Continua no mundo da Lua de um governo reacionário e, no que diz respeito à pandemia, homicida.

Este exótico senhor, que já chegou a anunciar um remédio milagroso contra o vírus em entrevista coletiva — o buraco do inferno é o limite da vergonha para essa gente —, informou que contraiu a doença e que está tomando o vermífugo Annita — nome comercial da nitazoxanida.

É uma vergonha. Explico: não é vergonhoso que ele tome o remédio, mas que o anuncie.

Como indivíduo, ele pode testar até as virtudes do chá de picão. Como ministro, não pode fazer a propaganda de um remédio cuja eficácia a ciência não atesta, seja a nitazoxanida, seja o picão.

O homem está de quarentena.

Sem trabalhar a metade, certamente renderá o dobro...

Reinaldo Azevedo