PUBLICIDADE
Topo

Reinaldo Azevedo

Licitações de comida para Defesa são alvos de denúncias de fraude

05/05/2021 15h56

Uma série de licitações realizadas pelo Ministério da Defesa, por meio de pregão eletrônico, está marcada por transações que podem envolver fraudes e conluio entre empresas cadastradas para fornecer produtos alimentícios. As denúncias de quatro casos com indícios de irregularidades foram levadas ao Tribunal de Contas da União e ao procurador-geral da República, Augusto Aras.

Um dos casos foi identificado em Guaratinguetá, no interior de São Paulo. Entre 2020 e 2021, três empresas de um único grupo familiar fecharam vendas de mais de R$ 19,4 milhões com as Forças Armadas. Desse montante, R$ 11,7 milhões estão ligados a processos de concorrência direta ocorrida entre as próprias empresas do grupo. Trata-se de empresas de pequeno porte, que funcionam até mesmo dentro de apartamento. (...) Leia íntegra no Estadão.