Prêmio da Mega-Sena é oito vezes maior que arrecadação da cidade do sorteado

Especial para o UOL Notícias

Em Porto Alegre

Uma cidade de 11 mil habitantes e com apenas uma agência lotérica, no norte do Rio Grande do Sul, procura um milionário. É de Fontoura Xavier, localizada nos altos da serra, a 113 quilômetros de Porto Alegre, o bilhete premiado do concurso 1.220 da Mega-Sena, que vai pagar ao vencedor o prêmio recorde de R$ 119 milhões.

"Espero que o ganhador tenha paciência, saiba aplicar bem esse dinheiro e fique morando na cidade", disse em entrevista à rádio Gaúcha o prefeito de Fontoura Xavier, José Flávio Godoy da Rosa. Até o final da manhã, o dono do bilhete premiado ainda não havia aparecido.

Para se ter ideia da dimensão do prêmio para a cidade, o valor a ser pago é quase uma vez e meia o PIB (Produto Interno Bruto) municipal de R$ 81 milhões, de acordo com dados da Fundação de Economia e Estatística (FEE) do Estado. A arrecadação anual da prefeitura não chega a R$ 15 milhões – quase oito vezes menor que o prêmio a ser pago.

O gerente da agência da Caixa Econômica Federal no município, Edemilson Megasso, disse que espera recepcionar o milionário ainda nesta quinta-feira (7). Mas ele admitiu que é grande a possibilidade do apostador ser forasteiro, já que a cidade está localizada às margens da BR-386 – responsável por um grande movimento de caminhões em direção ao sul, rumo ao porto de Rio Grande.

Proprietário da única lotérica de Fontoura Xavier, onde o prêmio foi sorteado, Paulo Sérgio Pedroso disse que cerca de 400 pessoas apostaram na Mega-Sena em seu estabelecimento nos últimos dias.

"Acho que ninguém dormiu esta noite, sonhando em conhecer o sortudo", disse Pedroso. Apesar da proibição, Pedroso disse que pelo menos dois bolões foram feitos na sua lotérica na semana do sorteio. O dono da lotérica afirmou que soldados da Brigada Militar estão monitorando a agência para evitar tumultos, se o apostador premiado aparecer.

A economia local é baseada na pequena produção agrícola. Cerca de 7 mil das 11 mil pessoas moram na zona rural do município, que foi emancipado há menos de 50 anos. A renda per capita não passa de R$ 7 mil por ano. Se o vencedor fosse dividir a fortuna com os 11 mil moradores locais, cada um receberia R$ 10.818, valor maior que a renda per capita anual do município.

A dona de um restaurante situado na beira da BR-386 (que liga Fontoura Xavier à capital) disse que não conseguiu dormir pensando em quem poderia ter sido o contemplado. Clair da Silveira fez sua aposta na segunda-feira (4), mas não foi sorteada. "Nem jogo tanto, mas como o prêmio era muito grande não custava tentar, né?", disse.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos