PUBLICIDADE
Topo

Pedágios sobem hoje em São Paulo; veja como fica o custo de algumas viagens

Do UOL Notícias

Em São Pauo

01/07/2011 06h00

A partir desta sexta-feira (1º), a maior parte dos pedágios de São Paulo passa a cobrar novas tarifas nas rodovias concessionadas do Estado. Em todas as praças, o reajuste foi de 9,77%, com base no IGP-M (Índice Geral de Preços do Mercado), como preveem os contratos de concessão das rodovias firmados entre 1998 e 2000.

Já nas concessões realizadas após 2008, o índice que determina o reajuste é o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), o oficial para medir a inflação no país.

Clique aqui para ver as novas tarifas (arquivo em PDF).

Veja abaixo quanto custará viajar pelas principais rodovias de São Paulo, considerando o valor por eixo.

VEJA QUANTO VAI CUSTAR SUA VIAGEM

  • Clique nas rotas e veja o custo das viagens entre a capital e as principais cidades do Estado

Mais de 200 pedágios

O Estado de São Paulo possui 35 mil km de estradas pavimentadas –22 mil estaduais, 1.050 federais e 12 mil estradas vicinais. Do total de vias sob a responsabilidade do Estado (34 mil km), 5.600 km (16%) estão nas mãos de concessionárias.

Desde que foi iniciado, em 1998, o Programa de Concessões Rodoviárias do Estado criou cerca de 200 novas praças de pedágio em rodovias paulistas. Atualmente, com quase 250 praças, o Estado tem o dobro de pedágios que todo o resto do Brasil.

Durante a campanha eleitoral, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) prometeu revisar os contratos para que os pedágios em todas as rodovias sejam reajustados com base no IPCA. Como o governo prometeu fazer a adequação até dezembro deste ano, a nova fórmula de reajuste só poderá vigorar a partir do segundo semestre de 2012.

Cotidiano