PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Polícia encontra suposto relatório de facção sobre morte de PMs em SP

Imagem mostra papeis encontrados na casa do foragido - Divulgação/Deic
Imagem mostra papeis encontrados na casa do foragido Imagem: Divulgação/Deic

Do UOL, em São Paulo

28/11/2012 11h48Atualizada em 28/11/2012 12h14

Policiais do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) apreenderam na terça-feira (27), documentos que, supostamente, seriam relatórios de uma facção criminosa onde integrantes relatam às lideranças os motivos das mortes de policiais militares em São Paulo.

Os documentos foram encontrados durante ação em Itaquaquecetuba, na Grande São Paulo, com Cícero Júlio Machado Lopes, 36, conhecido como Juninho, que é foragido da Justiça e apontado como "gerente do crime" na região.

Em um dos documentos, datado de 9 de julho, Lopes justifica a morte de um soldado: "(...) Essa situação só ocorreu por o mesmo ter se apresentado como polícia (...)”.

Segundo o delegado Sérgio Alves, titular da 4ª Divecar (Delegacia de Investigações sobre Fraudes contra Seguros), Lopes estava foragido desde maio passado, quando saiu do presídio de Valparaiso, onde cumpria pena por tráfico de drogas.

Além do relato, a polícia ainda encontrou papeis com contabilidade do tráfico e comunicados dos chefes da facção. Lopes foi autuado em flagrante por uso de documento falso.

Clique na imagem para ver em tamanho maior

  • Arte UOL

Cotidiano