Topo

Turista portuguesa é baleada em assalto que simulou blitz no Rio

Do UOL, no Rio

31/01/2014 09h39Atualizada em 31/01/2014 12h15

Uma turista portuguesa foi baleada durante uma tentativa de assalto na Estrada do Sumaré, no Parque Nacional da Tijuca, zona norte do Rio de Janeiro, por volta das 18h dessa quinta-feira (30). Rosa Maria Van Schothorst e seu marido, Jorge Manoel Ribeiro Carvalho, estavam num carro quando foram surpreendidos por uma falsa blitz montada por bandidos.

O motorista tentou escapar e os assaltantes abriram fogo. Rosa teve uma fratura no cotovelo ao ser baleada. Já Carvalho não foi atingido. A mulher foi levada para o Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro, onde foi operada. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a mulher passa bem, mas ainda não há previsão de alta.

Uma viatura da Polícia Militar chegou a perseguir os criminosos, mas eles conseguiram fugir em direção à uma favela nas proximidades. O caso foi registrado na 7ª Delegacia de Polícia (Santa Teresa) como roubo, lesão corporal grave e resistência. As investigações vão ficar a cargo da Deat (Delegacia Especial de Apoio ao Turismo).

O Rio de Janeiro, que nos últimos anos conseguiu reduzir os índices de criminalidade graças ao projeto das UPPs (Unidade de Polícia Pacificadora), que visa fortalecer a presença policial em favelas antes dominadas por traficantes de drogas, é o principal polo turístico do Brasil.

O Brasil recebeu em 2013 um recorde de 6 milhões de visitantes estrangeiros e espera aumentar esse número significativamente neste ano graças à Copa do Mundo, que será realizada entre junho e julho. (Com Estadão Conteúdo e Efe)

Mais Cotidiano