Topo

Com pouca chuva, nível de água do Sistema Cantareira cai a 11%

Do UOL, em São Paulo

28/04/2014 11h03

Em um fim de semana de pouca chuva, o Sistema Cantareira, que abastece as regiões metropolitanas de São Paulo e Campinas, perdeu mais volume em seus reservatórios. O nível de água caiu de 11,4% da capacidade na última sexta-feira (25) para 11% nesta segunda-feira (28).

O índice de chuva deverá ficar abaixo da média histórica para o mês. Faltando somente dois dias para o fim de abril, o sistema apresenta um volume acumulado de chuva de 85,7 mm, sendo que a média de 89,3 mm. No fim de semana, choveu somente 0,1 mm.

O nível de água armazenada no Cantareira vem caindo diariamente há uma semana. A marca de 11% atingida hoje é a mais baixa dos 40 anos de história do sistema.

Dos sistemas que abastecem a Grande São Paulo, o Cantareira é o maior. Os outros dois sistemas de grande porte -- Alto Tietê e Guarapiranga – também perderam volume no fim de semana.

O nível do Alto Tietê caiu de 36,5% da capacidade na sexta para 36,3% nesta segunda. O do Guarapiranga sofreu uma redução de 51,7% para 51,3%.

Para evitar um racionamento, a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) vem pedindo para que a população reduza o consumo e está fazendo obras para captar água do volume morto do Sistema Cantareira, uma reserva que normalmente não é usada.

Além disso, a empresa tem dado um desconto de 30% na tarifa para quem reduz em pelo menos 20% no consumo.

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), também propôs um acréscimo de até 30% na tarifa para quem consumir mais de 20% acima de sua própria média.

Mais Cotidiano