Topo

Chefe do tráfico na Maré, no Rio, é transferido para presídio federal no PR

Do UOL, no Rio

14/07/2014 14h27Atualizada em 14/07/2014 16h29

A Seap (Secretaria de Estado de Administração Penitenciária) transferiu na manhã desta segunda-feira (14), Marcelo Santos das Dores, o Menor P, do Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, zona oeste do Rio de Janeiro, para o presídio federal de segurança máxima de Catanduvas, no Paraná.

Suspeito de chefiar a venda de drogas em 11 localidades do Complexo da Maré, zona norte da cidade, Menor P foi preso por agentes da Polícia Federal em abril, no apartamento em que morava, em Jacarepaguá, zona oeste do Rio. A operação ocorreu às vésperas da ocupação da Maré por forças do Exército.

De acordo com a PF, durante as investigações para chegar ao traficante, os agentes usaram um Vant (Veículo Aéreo Não Tripulado) para mapear o local e acompanhar os deslocamentos do traficante no Complexo da Maré. O equipamento utiliza alta tecnologia para vigilância das fronteiras e combate a crimes transnacionais.

O chefe do tráfico no conjunto de favelas da Maré estava sendo investigado havia aproximadamente um ano, mas as ações foram intensificadas após o anúncio de colaboração do governo federal para a ocupação das comunidades. A Polícia Federal já havia feito ações para prendê-lo, mas Menor P conseguiu fugir de todos os cercos.

Além dele, Fabiano Santos de Jesus, o Zangado, Celso Luiz Rodrigues, o Celsinho da Vila Vintém, e Amabílio Gomes Filho, o MB, foram encaminhados para a penitenciária de Catanduvas. Os presos foram conduzidos até o Aeroporto do Galeão, na Ilha do Governador, zona norte do Rio, em viaturas da Seap e escoltados por 25 agentes. De lá, seguiram em um avião da Polícia Federal com destino a Catanduvas. (Com BandNews)

Mais Cotidiano