Termina incêndio com fumaça tóxica em porto no Guarujá (SP), após 37 horas

Do UOL, em São Paulo

Foi apagado por volta das 4h deste sábado (16) o incêndio que atingiu um terminal portuário no Guarujá, litoral de São Paulo, liberando fumaça tóxica. A informação foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo.

Ao todo, foram cerca de 37 horas até que o fogo fosse totalmente extinto. O incêndio começou por volta de 15h da quinta-feira (14), após o vazamento de um composto de cloro no terreno da empresa Local Frio.

Ao todo, 80 contêineres foram atingidos. Os compartimentos armazenavam diferentes tipos de produtos e, com acidente, fumaça tóxica se espalhou para ao menos outros três municípios: Santos, São Vicente e Cubatão.

Segundo informações dos bombeiros, ao menos 60 membros da corporação ainda continuavam no local na manhã deste sábado (16), com apoio de 15 viaturas e de um navio do Corpo de Bombeiros.

"Parabéns a todos os Órgãos envolvidos que, com tanto empenho e dedicação, estão ainda nesse atendimento que já dura quase 48 horas", disse a corporação em pronunciamento no Twitter. As equipes do Corpo de Bombeiros que estão no local neste momento fazem trabalho de rescaldo.

Motivos do vazamento

Ontem, o coronel José Roberto, coordenador da Defesa Civil do Guarujá, não soube informar quais tipos de produtos vazaram, mas disse que o acidente começou em um contêiner que armazenava ácido dicloro.

Segundo Enedir Rodrigues, engenheiro da Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo), é possível que uma fissura tenha permitido a entrada de água da chuva, o que provocou a ignição, e o fogo se alastrou. "Uma fissura no tanque é suficiente para essa reação exotérmica", explicou.

A Localfrio divulgou que aguarda laudo da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) para divulgar a quantidade de materiais que causaram o acidente.

Volta para casa

A população que vive próximo ao pátio da empresa onde aconteceu o acidente começou a voltar para casa na sexta (15), seguindo recomendação da prefeitura.

Foram registrados pacientes com problemas respiratórios e outras complicações menos graves. Foram 119 no total, sendo 76 em Guarujá, 26 em Santos e 17 em Cubatão até as 14 horas de sexta-feira.

(Com Agência Brasil)

Fumaça tóxica atinge cidades no litoral de São Paulo

  •  

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos