PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Chuva faz São Paulo bater recorde de congestionamento do ano pela manhã

Carro fica preso em área alagada na marginal do Tietê, embaixo da ponte da Casa Verde - Marcos Bezerra/Futura Press/Estadão Conteúdo
Carro fica preso em área alagada na marginal do Tietê, embaixo da ponte da Casa Verde Imagem: Marcos Bezerra/Futura Press/Estadão Conteúdo

Nathan Lopes

Do UOL, em São Paulo

11/03/2016 10h26

Com a chuva que atingiu São Paulo entre a noite de ontem e a madrugada desta sexta-feira (11), a cidade de São Paulo bateu o recorde de congestionamento neste ano no período da manhã. O rodízio de veículos está mantido.

Segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), às 8h30, a capital paulista tinha 177 quilômetros de vias congestionadas. Antes, o recorde da manhã era do dia 23 de fevereiro, com 126 quilômetros de congestionamento. A chuva, porém, não fez a cidade ter o maior registro de lentidão incluindo o período da noite. Em 17 de fevereiro, a cidade teve 263 quilômetros de vias com trânsito travado.

Às 9h30, a situação havia melhorado um pouco, com o índice ficando em 172 quilômetros. Às 10h, ele já apresentava tendência de queda, com o registro de 164 quilômetros de congestionamento.

Meia hora depois, a cidade tinha 161 quilômetros de vias com lentidão. Às 11h, o número já era de 154 quilômetros. O índice caiu trinta minutos depois e ficou em 110 quilômetros, segundo a CET. Ao meio-dia, o congestionamento era de 92 quilômetros. 

Alagamentos e quedas

No início da manhã, o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências) chegou a apontar pontos de alagamento intransitáveis nas marginais do rio Tietê e do rio Pinheiros, duas das principais vias da capital paulista.

Foram registradas 9 quedas de árvores durante a madrugada nas subprefeituras Vila Mariana, Pinheiros, Penha, Campo Limpo e Jaçanã/Tremembé. Todas as subprefeituras estão mobilizadas para atuar nas áreas, segundo a Prefeitura de São Paulo. 

CPTM

A manhã também foi de caos para os usuários dos trens da CPTM. As linhas 7 e 8 da CPTM continuam operando com velocidade reduzida e com tráfego interrompido em alguns trechos.

Na 7-rubi, não há operação entre Francisco Morato e Jundiaí. A circulação de passageiros entre as estações de Campo Limpo Paulista e Francisco Morato está sendo feita por ônibus gratuitos.

Na 8-diamante, o trecho interrompido vai de Barueri a Itapevi.

A linha 9-esmeralda, que também chegou a operar com velocidade reduzida, já está com circulação normalizada.

Chuvas deixam regiões de São Paulo submersas

UOL Notícias

Cotidiano