Polícia prende ex-prefeito de Taiobeiras (MG) acusado de abuso sexual contra menores

Rayder Bragon

Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte

A Polícia Civil de Minas Gerais prendeu o ex-prefeito de Taiobeiras (700 km de Belo Horizonte) Joel da Cruz Santos, 76, acusado de ter cometido abusos sexuais contra crianças e adolescentes do município mineiro.

Segundo a polícia, ao menos seis vítimas já foram identificadas. O acusado foi preso na cidade de Curionópolis, no Estado do Pará. Ele era considerado foragido desde outubro de 2015, quando foi expedido um mandado de prisão preventiva contra ele.

O advogado Herbert Ferreira, que se apresentou como sendo um dos defensores de Santos, rebateu as acusações contra o cliente. "Todos esses fatos que estão sendo imputados [a Joel Santos] não procedem. Estão sendo motivados por questões políticas, uma vez que ele foi gestor municipal por muito tempo na cidade de Taiobeiras."

Ferreira informou que está providenciando o pedido de libertação do ex-prefeito. "Todos os recursos jurídicos para provar a inocência dele estão sendo tomados a partir de hoje. Estamos tomando medidas judiciais cabíveis para que ele tenha a liberdade restabelecida e possa responder assim ao procedimento. Ao final, temos a convicção que ele será absolvido."

Prisão em fazenda

Conforme a investigação, Santos foi detido, no ultimo dia 31, em uma fazenda cuja propriedade é atribuída a ele pela polícia. Nesta segunda-feira (4), foram repassados detalhes sobre o caso.

De acordo com a polícia, o ex-prefeito "oferecia dinheiro para crianças e adolescentes em troca de relações sexuais e atos libidinosos", de acordo com nota divulgada para a imprensa.

O texto informa que "mães dos jovens teriam participado do esquema, levando os filhos para Joel em troca de dinheiro".

O boletim informou que duas mulheres, que não tiveram a identidade divulgada, foram presas acusadas de envolvimento nos crimes que teriam sido praticados pelo ex-prefeito.

O delegado Alessandro Lopes, responsável pelo caso, informou que outras supostas vítimas também foram identificadas. "Outras vítimas já estão sendo ouvidas e um novo inquérito será instaurado. Com a prisão do ex-prefeito, esperamos que novas vítimas possam comparecer até a delegacia para denunciá-lo", descreveu por meio da assessoria da corporação.

O ex-prefeito deve responder pelos crimes de estupro de vulnerável e exploração sexual de criança e adolescente, segundo o delegado Lopes. Joel Santos será conduzido ao Presídio Regional de Montes Claros (417 km de Belo Horizonte). A Prefeitura de Taiobeiras informou que Joel Santos foi prefeito do município por dois mandatos, entre 1997 e 2003.
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos