Prefeitura de Mariana repassa a atingidos por barragem objetos doados por famosos

Rayder Bragon

Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte

  • Emerson Felipe Shabbat/Prefeitura de Mariana

    Camisa da seleção brasileira autografada e doada pelo ex-jogador Zico

    Camisa da seleção brasileira autografada e doada pelo ex-jogador Zico

A Prefeitura de Mariana (MG) repassou, nesta segunda-feira (4), objetos que foram doados por pessoas famosas para um eventual leilão em favor dos atingidos pelo estouro da barragem de Fundão, que se rompeu em novembro do ano passado.

Com o colapso da estrutura, no dia 5 de novembro de 2015, um mar de lama destruiu comunidades, matou 19 pessoas (um corpo ainda está desaparecido) e poluiu o rio Doce até a sua foz, no Estado do Espírito Santo. A tragédia foi considerada o maior desastre ambiental do país.

Segundo a assessoria da prefeitura, os itens doados pelos famosos seriam leiloados, mas o evento não foi realizado em razão de restrições impostas pela lei eleitoral. O repasse dos itens diretamente aos beneficiários foi uma orientação dada pelo MPE (Ministério Público Estadual).

Entre os objetos entregues aos moradores há uma camisa da Seleção Brasileira, doada pelo ex-jogador Zico, que a autografou. Ele doou também um agasalho.

A prefeitura informou que o apresentador Faustão doou um relógio e uma caneta. Já a apresentadora Ana Maria Braga destinou aos atingidos um livro de receitas autografado por ela. O repasse foi feito pelo secretário de governo e relações institucionais, Edvaldo Andrade.

"A ideia inicial era da realização do leilão. Como não foi possível, repassamos os objetos para a comissão dos afetados pelo desastre", declarou o secretário por meio da assessoria da administração municipal.

A prefeitura informou que a comissão dos moradores atingidos pela barragem vai se reunir para definir o que será feito com o material.

Dinheiro

Anteriormente, os moradores dos subdistritos atingidos pela lama que vazou da barragem de Fundão receberam dinheiro que havia sido doado por pessoas de várias partes do país. O montante estava depositado em contas abertas pela prefeitura.

No final de março deste ano, cada representante das famílias prejudicadas pela tragédia tinha recebido um cheque no valor de R$ 2.614,38.

O restante do dinheiro foi repassado a esses representantes no dia 30 do mês passado. Ao todo, cada um dos líderes das famílias recebeu R$ 1.126, 48 nessa segunda etapa.

A divisão do repasse nas duas datas atendeu recomendação do MP, que orientou a retenção de parte do montante arrecadado para comtemplar alguma família que porventura não tivesse recebido na primeira data. Conforme a prefeitura, o total doado foi de R$1.136.096,92. 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos