Polícia identifica assassinos de jovem morto no aeroporto de Porto Alegre

Colaboração para o UOL, em Porto Alegre

A polícia diz já ter identificado dois envolvidos no assassinato de Marlon Roldão Soares, 18, no fim da manhã desta segunda-feira, no Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre. O jovem, que fez aniversário hoje, foi atingido por pelo menos 15 tiros no terminal 2, em frente ao portão de embarque. O assassinato ocorreu na presença de dezenas de pessoas. A identidade dos suspeitos ainda não foi revelada para não atrapalhar as investigações.
 
Soares estava com familiares se despedindo de um amigo que pegaria um voo. Por volta das 11h, dois homens que já estariam no saguão acompanhando a movimentação, se aproximaram de Soares e executaram cerca de 20 disparos de pistola 9 milímetros. Houve corre-corre no local.
 
Os atirados fugiram em um Chevrolet Cobalt prata, flagrado saindo em alta velocidade por cinegrafistas que estavam no local para aguardar o desembarque de Renato Portaluppi, novo treinador do Grêmio.
 
A polícia logo fez buscas e localizou o carro a dois quilômetros do aeroporto. Conforme testemunhas, os ocupantes do Cobalt abandonaram o veículo e embarcaram em dois carros, fugindo do local.
 
De volta ao aeroporto, seguranças, policiais e funcionários da Infraero isolavam a área, enquanto amigos e familiares de Soares tentavam se aproximar do corpo. Entre eles estava o pai do jovem, que, a jornalistas no local, afirmou que o crime tinha como motivo "ciúmes".
 
A motivação da execução está sendo investigada. Até o momento crime passional é a linha que ganha mais destaque. "A vítima não tinha antecedentes criminais. Então é muito prematuro definir, não podemos descartar nenhuma das hipóteses, mas estamos verificando uma possível passionalidade ou não", afirmou o delegado Gabriel Bicca.
 
Testemunhas foram ouvidas pela polícia em uma sala reservada do aeroporto. Imagens captadas pelas câmeras de segurança do local estão sendo analisadas. Conforme os policiais, ao menos dois suspeitos foram identificados. Um deles, até agora, teria passagem pela polícia e ligação com uma facção criminosa gaúcha.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos