Mãe e filhos estão entre as vítimas de desabamento de gruta no Tocantins

Aliny Gama

Colaboração para o UOL, em Maceió

As dez vítimas fatais do desabamento da gruta Casa da Pedra, na cidade de Santa Maria do Tocantins (a 256 km de Palmas), ocorrido nesta terça-feira (1), foram identificadas e tiveram as identidades informadas pela Polícia Militar nesta quarta-feira (2). Entre os mortos, estão mãe e filhos, de 9 e 10 anos.

As dez vítimas são das cidades de Santa Maria do Tocantins, Itacajá e Pedro Afonso. Até agora a Defesa Civil não informou sobre as possíveis causas do acidente. O governo do Estado decretou luto por três dias.

O desabamento da gruta ocorreu durante missa alusiva ao Dia de Todos os Santos por volta do meio-dia de ontem.

Corpo de Bombeiros do Tocantins
Homens tentam escorar a entrada da gruta Casa de Pedra

No local, estavam cerca de 50 pessoas, dez morreram soterradas e seis tiveram ferimentos graves ao serem atingidas pelas pedras.

Os feridos não correm risco de morte, segundo informou a Secretaria de Saúde de Tocantins, nesta quarta-feira.

Arte/UOL

A missa de Todos os Santos é um evento que ocorre há mais de 50 anos na gruta Casa da Pedra, onde devotos entram para acender velas e fazer orações durante a celebração. A gruta fica a cerca de 10 quilômetros do centro do município, em local de difícil acesso.

Os corpos das vítimas foram trasladados para o IML (Instituto Médico Legal) de Palmas e chegaram ao local por volta das 23h.

Uma força-tarefa foi realizada com seis médicos legistas para agilizar a necropsia dos corpos. Eles foram liberados ainda na madrugada desta quarta-feira para serem enterrados em suas cidades de origem.

Defesa Civil do Tocantins
Defesa Civil vistoria área em que parte de gruta desabou em Santa Maria do Tocantins

O socorro aos feridos contou com ajuda das polícias civil e militar, além de equipes do Corpo de Bombeiros, Defesa Civil do Estado.

Um helicóptero da SSP (Secretaria de Segurança Pública) foi deslocado de Palmas para Santa Maria do Tocantins para auxiliar no transporte dos feridos mais graves.

Cinco vítimas foram socorridas para o Hospital Regional de Pedro Afonso, sendo que duas foram transferidas para o Hospital Geral de Palmas por estarem com fraturas expostas. Uma sexta pessoa foi levada para um hospital particular em Palmas.

A secretaria de Comunicação do Estado afirmou que há suspeita de que o desabamento foi ocasionado pelos fogos de artifício. A gruta é feita de arenito e pedras.

Segundo a secretaria, o espeleógo e professor da UFT (Universidade Federal do Tocantins) Fernando Morais explicou que o barulho dos foguetes podem ter desequilibrado a disposição das rochas e elas caíram.

Testemunhas relataram que antes da celebração foram usadas bombas dentro da gruta para espantar os morcegos e que minutos antes do desabamento outros dois rojões foram soltos finalizando a missa.

O padre Rivonaldo da Silva Santos, que estava celebrando a missa na gruta no momento do acidente, contou o desabamento ocorreu logo após a missa acabar e um grupo de pessoas se dirigiu para dentro da gruta para rezar o terço.

Ele confirmou que soltaram rojões. "É costume soltar rojões, sempre as pessoas que estão na missa soltam fogos. Não posso afirmar que isso foi a causa porque prefiro aguardar o resultado da perícia. Aparentemente, a gruta estava sem problemas e, de repente, sem nada aparente, aconteceu essa tragédia."

O local está interditado e já passou por perícia. O resultado das análises deve sair em até 30 dias.

Vítimas fatais:

1. Valdemir Lourenço de Oliveira, 57 – morador de Santa Maria do Tocantins
2. Ozeias Menezes Santiago, 10 – morador de Itacajá
3. Sunamita Menezes Santiago, 9 – moradora de Itacajá
4. Elma Divina Menezes Santiago, 49 – moradora de Itacajá e mãe das crianças
5. Nercilia Dias Coutinho, 64 – moradora de Itacajá
6. Dorival Pinto Soares, 58 - morador de Santa Maria do Tocantins
7. Joanice de Sousa Miranda, 52 - morador de Itacajá
8. Domingas Pereira Guimarães de Sousa, 56 - moradora de Santa Maria do Tocantins
9. Deuzenira Ferreira da Luz, 45 – moradora de Pedro Afonso
10. Tais Soares Ferreira, 17 – moradora de Pedro Afonso

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos