Temer lamenta chacina em Campinas e espera que 2017 seja "de mais paz"

Do UOL, em São Paulo

O presidente Michel Temer (PMDB) lamentou, no começo da tarde deste domingo (1), a chacina em Campinas por meio de sua conta oficial no Twitter. O técnico de laboratório Sidnei Ramis de Araujo, 46, matou a ex-mulher, o filho de 8 anos e mais dez pessoas em uma festa de Réveillon.

Chacina em Campinas

Após assassinar 12 pessoas, entre elas sua ex-mulher, Isamara Filier, e seu filho de 8 anos, João Victor Filier de Araujo, Sidnei se suicidou. Na casa, a família de Isamara celebrava com amigos a chegada do Ano Novo.

Uma das vítimas morreu a caminho do hospital. Outras duas pessoas ficaram feridas e foram levadas para hospitais da região.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos