Reforma trabalhista

Centrais sindicais preparam manifestações em 24 Estados e no DF nesta sexta

Do UOL, em São Paulo

  • Marlene Bergamo/Folhapress

    Manifestação em protesto contra as reformas do governo Temer em março deste ano

    Manifestação em protesto contra as reformas do governo Temer em março deste ano

As centrais sindicais preparam atos em 24 Estados e no Distrito Federal, nesta sexta-feira, contra as propostas de reforma trabalhista e da Previdência. De acordo com as entidades, haverá paralisação de diversas categorias em todas as unidades da federação.

No comunicado, as centrais convocam todos os trabalhadores a não saírem de casa. "Cada trabalhador deve fazer sua parte nesta luta contra a devastação preparada pelos defensores das propostas do governo. No dia 28, a parte que cabe a cada um que não participará das manifestações é ficar em casa", afirma João Carlos Gonçalves, Juruna, secretário-geral da Força Sindical.

Na cidade de São Paulo, o primeiro ato convocado pela CSP-Conlutas ocorrerá às 14h na avenida Paulista. No mesmo horário, está marcado um protesto chamado por movimentos anarquistas e Secundaristas em Luta na Praça da Sé. Os professores municipais também marcaram um ato na frente da prefeitura de São Paulo, às 15h. Às 17h, as Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo fazem ato no Largo da Batata.

  • 50756
  • true
  • http://noticias.uol.com.br/enquetes/2017/04/26/voce-e-a-favor-da-greve-geral-convocada-para-a-sexta-feira-28.js

Além da capital, haverá manifestação em 16 cidades do Estado paulista: Guarulhos, Santos, Araçatuba, Sorocaba, Marília, Presidente Prudente, Bauru, Piracicaba, Ribeirão Preto, Cruzeiro, Lorena, Pindamonhangaba, Campinas, Franca, Santo André e São Caetano (Região do ABC).

No Sudeste, no Rio de Janeiro, Campos dos Goytacazes (RJ), Volta Redonda (RJ), Vila Velha (ES), Cariacica (ES) e Vitória (ES).

Na região Norte, Rio Branco (AC), Manaus (AM), Belém (PA), Porto Velho (RO), Palmas (TO), Macapá (AP) e nas fronteiras com a Venezuela e a ligação com Manaus em Roraima também terão manifestações.

No Nordeste, os atos serão em Pecém (CE), região metropolitana de Fortaleza (CE), Sobral (CE), Juazeiro (CE), Recife (PE), João Pessoa (PB), Campina Grande (PB), Patos (PB), Guarabira (PB), Cajazeiras (PB), Santa Rita (PB), Esperança (PB), Cabedelo (PB), Teresina (PI), Natal (RN), Aracaju (SE).

No Sul, haverá protesto em Curitiba (PR), diversos pontos de Porto Alegre (RS), Pelotas (RS), Uruguaiana (RS), Brusque (SC), Chapecó (SC), Florianópolis (SC), Itajaí (SC), Joinville (SC), São João Batista (SC), Tubarão (SC) e Videira (SC).

No Centro-Oeste, os manifestantes se concentrarão em Goiânia (GO) e Catalão (GO), Campo Grande (MS) e Cuiabá (MT).

Governo defende reformas

Procurada, a Secretaria de comunicação da Presidência não quis comentar a mobilização. Em diversas ocasiões, Temer disse que as reformas são necessárias para o país voltar a crescer e retomar a geração de empregos. O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, chegou a dizer que sem a reforma da Previdência o Brasil pode "quebrar". Sobre a reforma trabalhista, Temer tem dito que é necessário modernizar as normas que regem as relações de trabalho.

Veja os atos marcados:

São Paulo:

14h – Av. Paulista: Ato da greve geral chamado pela CSP-Conlutas

14h – Praça da Sé: Ato chamado por movimentos anarquistas e Secundaristas em Luta

15h -- Prefeitura: Ato chamado por professores municipais

17h – Largo da Batata: Ato chamado pelas Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo

Campinas:

1h – Fechamento das rodovias no pedágio Paulínia/Cosmópolis, Anhanguera, Santos Dumont e da rua João Jorge

16h – Largo do Rosário: Ato chamado pela Frente Brasil Popular

ABC:

5h – Paralisação da Via Anchieta da Avenida do Estado e da Fábrica da GM (General Motors) de São Caetano do Sul

Guarulhos:

5h – Interdição da via Dutra, nos dois sentidos, pelo Sindicato dos Metalúrgicos

5h – Paralisação da rodovia Helio Smidt (que faz ligação com o aeroporto de Cumbica) pelo Sindicato dos Aeroviários de Guarulhos e o MTST

11h – Praça Getúlio Vargas: Ato do Sindicato dos Servidores de Guarulhos

11h – Paralisação da avenida Paulo Faccini com avenida Tiradentes

Baixada Santista:

0h – Sindicato dos Químicos de Santos: Concentração para paralisação de empresas e rodovias

16h – Praça Mauá: Ato convocado pelo Movimento das Mulheres, comunidades de bairro, estudantes e centrais sindicais

Rio de Janeiro

8h30 – Sede da Prefeitura: Ato convocado pelo Sintraturb-Rio

14h – Alerj: Ato Fora Pezão e contra o pacote de maldades do Estado

17h – Cinelândia: Ato unificado da CUT Rio, CTB-RJ e Povo Sem Medo

Belo Horizonte

9h – Praça da Estação: Ato chamado pela Frente de Esquerda Socialista

Brasília

11h -- Canteiro central, em frente à rodoviária de Brasília: Ato unificado de 26 centrais sindicais

Vitória

8h – Centro esportivo Tancredão: Passeata e programação cultural convocada pela CUT

Goiânia

11h -- Praça do Bandeirante: Ato Unificado de entidades ligadas à CUT

Campo Grande

8h -- Praça Ari Coelho: Ato com grevistas convocado pela CUT

Cuiabá

15h -- Praça Ipiranga: Ato com grevistas convocado pela CUT

Belém

6h -- Av. Almirante Barroso: Ato unitário das centrais sindicais

Curitiba

9h -- Praça Nossa Senhora da Salete: Ato no centro da cidade convocado pelas centrais sindicais

Recife

14h -- Praça do Derby: Caminhada promovida por entidades filiadas à CUT

João Pessoa

14h – Ponto do Cem Reis: Ato público convocado pela CUT

Rio Branco

16h -- Ato em Frente ao Palácio Rio Branco convocado pela Força e CUT

Manaus

16h -- Praça da Polícia, centro de Manaus: Ato de encerramento promovido por sindicatos 

Macapá 

8h -- Praça da Bandeira: Ato de entidades filiadas à CUT

16h -- Praça Veiga Cabral: Ato de entidades filiadas à CUT

Salvador

18h – Balanço da Greve Geral – Largo de Santana – Rio Vermelho

7h às 18h -- Largo de Santana: Ato de Petroleiros

Fortaleza

10h -- Praça da Bandeira: Ato de grevistas 

Teresina

09h -- Ato na Praça Rio Branco com caminhada até a Praça da Liberdade promovido por entidades ligadas à CUT

Boa Vista

06h – Ato em frente ao IBAMApromovido por entidades ligadas à CUT

09h – Caminhada até Centro Cívico promovido por entidades ligadas à CUT
 
Porto Alegre
 
12h -- Ato público no centro  
 
Porto Velho
 
8h30 -- Praça das Três Caixas D'Água: Concentração para protesto das centrais sindicais 
 
Natal 
 
16h – Ato marcado em frente ao Shopping Midway
 
Florianópolis
 
17h -- Ato público promovido por entidades sindicais
 
Aracaju
 
8h30 -- Região central: Força Sindical vai fazer ato na rua Barão de Mauá e vai até a Praça Fausto Cardoso
 
Palmas
 
7h30 -- Concentração na av. JK para fazer carreata em direção ao Palácio do Governo
 
 

 

 

 

 

 


 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos