Diego Herculano/AFP

Violência no Rio

Rio em atenção: ônibus são incendiados após guerra de facção; 26 suspeitos são presos

Demétrio Vecchioli

Colaboração para o UOL

  • Reprodução/Centro de Operações

    Incêndio em ônibus no Rio teriam sido incendiados por homens mascarados

    Incêndio em ônibus no Rio teriam sido incendiados por homens mascarados

O Rio de Janeiro está em estado de atenção desde as 10h50 desta terça-feira (2) após ao menos sete ônibus serem incendiados em diversas partes da cidade e também na Baixada Fluminense. Mais cedo, moradores da comunidade relataram intensa troca de tiros na Cidade Alta, localizada em Cordovil, no que seria uma guerra entre facções pelo comando do controle da venda de drogas. Mais de 5.800 alunos da rede municipal ficaram sem aulas nesta terça-feira nas regiões de Cidade Alta, Cidade de Deus, Vigário Geral, Parada de Lucas e Juramento.

Ao menos três dos ônibus foram incendiados na avenida Brasil, uma das vias mais movimentadas da cidade, assustando quem passava pelo local. Outros três teriam sido incendiados na rodovia Washington Luiz. Não há registro de feridos. De acordo com o Centro de Operações da Prefeitura do Rio, equipes da Polícia Militar e dos Bombeiros atuam nos locais.

O porta-voz da Polícia Militar, major Ivan Blaz, informou que os incêndios aconteceram após uma facção criminosa rival tentar invadir a comunidade da Cidade Alta. O major disse que a PM foi acionada e, como forma de dispersar os agentes, o grupo criminoso teria acionado moradores de outras comunidades para promover "os atos de baderna e terror". Segundo o porta-voz da PM, 26 suspeitos foram presos na Cidade Alta e 17 fuzis, apreendidos.

De acordo com o último boletim do Centro de Operações, ônibus foram incendiados na avenida Brasil na altura da passarela 17 e em Bonsucesso, ambos na pista central, na rua Bulhões Marcial (que liga Cordovil a Vigário Geral) e na rodovia Washington Luiz, sentido Juiz de Fora. Em todos os casos, há impacto direto no trânsito. Por volta das 11h, a pista central da avenida Brasil também estava interditada no sentido zona oeste, na altura do Trevo das Missões.

Como consequência do trânsito na avenida Brasil, o Centro de Operações liberou o tráfego de caminhões na linha Vermelha. Nela, porém, há congestionamento no sentido centro desde Vigário Geral até a rodovia Washington Luiz e, no sentido Baixada, desde o Fundão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos