Jovens acusam seguranças de casa noturna de agressão em SP

Eduardo Carneiro

Colaboração para o UOL

  • Fabio Nunes/Divulgação

    Incidente ocorreu após confusão dos seguranças do Villa Mix no último domingo

    Incidente ocorreu após confusão dos seguranças do Villa Mix no último domingo

Duas mulheres acusam um grupo de seguranças da casa noturna Villa Mix, na Vila Olímpia, em São Paulo, de agressão. O incidente teria ocorrido na noite do último domingo (16). O caso foi registrado na Polícia Civil como lesão corporal.

De acordo com relato de uma das vítimas publicado no Facebook, as agressões começaram quando seguranças teriam as confundido com outras duas mulheres que deveriam ser retiradas do camarote em que estavam por não terem convite.

Em nota, a casa noturna nega as agressões. O comunicado, no entanto, confirma a confusão com uma das clientes "aparentemente alterada". "Se mostrou extremamente agressiva ao sair da área reservada pelo outro cliente, tendo de ser contida pela segurança do local, que apenas a conduziu, acompanhada de sua amiga, para fora do estabelecimento pela saída mais próxima".

Ao descerem do camarote, acusa a jovem, o segurança puxou as duas pelo cabelo. Na sequência, um grupo de cinco seguranças mulheres teria ajudado o homem a levá-las para fora do local.

"O homem e mais duas [seguranças mulheres] me segurando tão forte que eu não conseguia nem ver nada, ou me mexer e, mais três mulheres arrastando a minha amiga que não conseguia nem respirar, pois estava sendo enforcada", descreveu.

A denunciante ainda aponta que as duas foram levadas para um balcão, onde foram ofendidas e agredidas com tapas e chutes quando perguntavam o motivo do comportamento. "Até que o próprio segurança que tinha nos expulsado do camarote falou pra elas pararem de bater na gente porque se não eu não sei o estado que a gente sairia de lá".

A mulher diz ainda que chamou a polícia assim que saiu da casa noturna e que uma das seguranças que a agrediu "não teve nem coragem de dizer o nome dela". Ela conclui com uma foto do braço da amiga machucado e critica a equipe do local: "gente descontrolada".

O UOL entrou em contato com a Polícia Civil de São Paulo, que informou que o caso foi registrado como lesão corporal pelo 27º DP (Campo Belo) e encaminhado ao 96º DP (Monções), responsável pela área.

A vítima ainda foi orientada pelos policiais quanto à necessidade de representação criminal contra os autores, no prazo de seis meses. Assim, será dado início às investigações, o que não ocorreu até o momento.

Procurado pelo UOL, o Villa Mix São Paulo não se pronunciou até a publicação da reportagem.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos