Violência no Rio

Justiça do Rio condena a 79 anos de prisão PM que foi investigado pela juíza Patrícia Acioli

Luís Adorno

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/Facebook

    A juíza criminal Patrícia Acioli, assassinada em Niteroi (RJ) em 2011

    A juíza criminal Patrícia Acioli, assassinada em Niteroi (RJ) em 2011

A Justiça do Rio de Janeiro condenou o PM (policial militar) Alexsandro Horffamm Lopes a 79 anos de prisão por homicídio qualificado, extorsão mediante sequestro e associação criminosa pelas mortes de dois traficantes no ano de 2010.

O PM é apontado como um dos líderes do grupo formado por policiais civis e militares que foi investigado pela juíza Patrícia Acioli. Ela foi assassinada por policiais militares membros de uma milícia ilegal em 2011, mas Lopes não tem ligação com a morte dela. 

Outros 13 homens, acusados de serem integrantes da quadrilha de Lopes, também foram denunciados pelos mesmos crimes. 

De acordo com denúncia do MP (Ministério Público), Lopes "organizava as ações cometidas pelo grupo". O PM esteve presente no local da execução de Diego Torres da Silva e Rafael Dias de Miranda, em julho de 2010, no bairro Jardim Catarina.

Ainda de acordo com a denúncia da Promotoria, o policial teria ordenado e explicado a outros cinco integrantes do grupo como o assassinato de Silva e de Miranda deveria ser feito.

A decisão da condenação foi proferida pelo Conselho de Sentença do Tribunal do Júri da 4ª Vara Criminal de São Gonçalo. A audiência, realizada na última terça-feira (28), foi presidida pela juíza Juliana Grillo El-Jaick, que destacou as vítimas não tiverem recursos para se defender.

A juíza apontou na sentença que a prisão do policial se faz necessária porque, uma vez em liberdade, haveria o risco de ele fugir. A magistrada também negou o pedido para que Lopes recorresse em liberdade.

A reportagem não conseguiu localizar a defesa do policial. A PM não se manifestou sobre o assunto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos