Prefeito descarta feriado em SP, mas não garante ônibus e aulas na terça

Juliana Elias

Do UOL, em São Paulo

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), informou no fim da manhã deste domingo (27) que serviços essenciais da cidade, como aulas nas escolas municipais e circulação dos ônibus (mesmo que parcial), estão garantidos para segunda-feira (28). Por esta razão, por ora, a possibilidade de se declarar feriado ou ponto facultativo na cidade está afastada.

Segundo o prefeito, porém, o combustível disponível na cidade para os veículos ligados aos serviços municipais é suficiente para manter as atividades gerais apenas até amanhã e não há garantias de funcionamento na terça-feira (29).

Covas falou à imprensa após mais uma reunião do comitê extraordinário de gerenciamento de crise criado pela prefeitura, que reúne o prefeito e representantes das principais secretarias municipais.

Leia também:

"Fizemos ontem uma série de operações para garantir os serviços essenciais e, com isso, no dia de hoje [domingo], o único serviço que está prejudicado é o da coleta seletiva [de lixo]", disse Covas. "Com isso, não há nenhuma necessidade de ponto facultativo ou feriado."

Os serviços de coleta de lixo na cidade foram suspensos na sexta-feira e, segundo o prefeito, é a única atividade que está prejudicada.

A prefeitura realizou operações especiais de escolta que ajudaram a trazer alguns caminhões carregados de combustível de refinarias do interior do estado para a capital.

Foi o suficiente para abastecer três postos, com gasolina, etanol e diesel, que estão reservados a atendimento exclusivo a veículos da prefeitura. A intenção é manter essas operações nas próximas horas e ampliar o número de postos à disposição. 

Atenção a escolas e transportes

"Hoje não temos nenhuma necessidade; mantemos apenas três pontos de atenção", disse Covas, mencionando, além da coleta, o transporte coletivo e as escolas públicas.

Segundo a prefeitura, as escolas municipais têm gás de cozinha e ingredientes para merenda suficientes para servir os alunos apenas nesta segunda-feira. As aulas, para amanhã, estão mantidas.

Novas operações de escolta de combustível estão sendo planejadas para as próximas horas, para a manutenção das aulas de terça-feira em diante, mas por ora não há garantias da prefeitura.

O mesmo vale para os ônibus. "As companhias devem circular com 60% a 80% da frota amanhã [segunda-feira]", disse. Para terça-feira, não há combustível suficiente e a confirmação do serviço depende da chegada de novos reforços de diesel.

Neste domingo, embora houvesse previsão de que as linhas circulassem com apenas metade da frota comum para o dia, que já é menor do que durante a semana, o prefeito informou que não houve reduções. "Os ônibus estão circulando com 100% da frota tradicional de domingo", afirmou.

Circulação de caminhões liberada na cidade

Covas informou também que assinou um decreto, nesta manhã, liberando a circulação de caminhões na capital até o próximo domingo – a circulação de veículos de transporte pesados é restrita durante o dia em grande parte do centro expandido da cidade.

"Acabei de assinar um decreto suspendendo a circulação de caminhões na cidade até domingo que vem", afirmou. "Com isso, esperamos, com o fim das manifestações, ter uma circulação maior para que o abastecimento da cidade possa voltar à normalidade nesta semana."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos