PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Depois de Rogério 157, policial posa ao lado de "Doutor Bumbum" e será investigada

Reprodução/Facebook
Imagem: Reprodução/Facebook

Renan Prates

Colaboração para o UOL, em São Paulo

20/07/2018 19h40

Depois de fazer uma selfie com o cantor Naldo Benny e o traficante Rogério Avelino da Silva, conhecido como "Rogério 157", a policial Mirian Santos posou para foto ao lado do médico Denis Barros Furtado. Conhecido como "Doutor Bumbum", ele foi preso nesta quinta-feira (19) acusado de ser responsável pela morte da bancária Lilian Calixto, de 46 anos, que não resistiu a um procedimento estético.

A assessoria de imprensa da Polícia Civil informou ao UOL que a conduta da policial será avaliada pela Corregedoria Interna da Polícia Civil (Coinpol).

Leia mais:

Existem dois tipos de pena que são impostas pela Polícia Civil para este tipo de prática: um a 15 dias de suspensão (se comprovado que o policial se exibiu em local público ou manteve relações com pessoas de má reputação) ou 41 a 90 dias de suspensão (se comprovado que o policial desrespeitou os direitos ou garantias individuais dos presos).

Policial Mirian dos Santos fez sefie com Naldo após o músico pagar fiança - Reprodução/Facebook - Reprodução/Facebook
Mirian fez selfie com Naldo após cantor ter sido preso
Imagem: Reprodução/Facebook

Mirian está na foto que circula nas redes sociais e nos grupos de WhatsApp ao lado de Denis Furtado e de sua mãe, Maria de Fátima Barros Furtado, que também foi presa. O advogado da dupla também aparece na imagem. A policial está com uma arma na mão. Outro policial aparece na foto sem armas.

Outros episódios

Em dezembro do ano passado, Mirian havia feito uma selfie com "Rogério 157", preso por ser apontado como chefe do tráfico de drogas na favela da Rocinha (RJ), e apareceu sorrindo na imagem.

Pouco tempo depois, Mirian também apareceu em uma foto ao lado de Naldo Benny, detido por porte ilegal de arma de fogo. A selfie foi feita logo após o cantor ter pago a fiança para ser liberado.

Por ter aparecido nas duas imagens, Mirian foi submetida a uma sindicância da Coinpol. De acordo com a assessoria da Polícia Civil, o processo está em fase de finalização. A policial foi indiciada e vai apresentar defesa pela "transgressão disciplinar continuada". O episódio da foto com o "Doutor Bumbum" será levado em conta na sindicância.

Cotidiano