Topo

Helicóptero tentou pousar na rodovia e colidiu com caminhão, segundo PM

Do UOL, em São Paulo

2019-02-11T17:00:33

2019-02-11T19:36:07

11/02/2019 17h00Atualizada em 11/02/2019 19h36

Testemunhas do acidente que resultou na morte do jornalista Ricardo Boechat e do piloto Ronaldo Quattrucci, na tarde desta segunda-feira (11), disseram que o helicóptero tentou pousar na alça de acesso à rodovia Anhanguera, em São Paulo, mas acabou colidindo com um caminhão, que havia acabado de passar pelo pedágio. O motorista do caminhão teve apenas ferimentos leves.

"Preliminarmente, acredita-se que o caminhão estava em velocidade baixa, porque ele tinha acabado de passar pelo pedágio", disse o porta-voz da Polícia Militar, capitão Augusto Paiva. Segundo ele, o helicóptero era um serviço de táxi aéreo, e o piloto era o próprio dono da aeronave. 

O acidente aconteceu logo abaixo do km 7 do viaduto do Rodoanel. "A aeronave tentou fazer um pouso nesse acesso de quem sai do Rodoanel e pega a Anhanguera, mas um caminhão, que havia acabado de passar o pedágio pelo Sem Parar, não teve tempo hábil de parar e colidiu", afirmou o policial.

Na queda, o helicóptero praticamente se partiu em dois pedaços e pegou fogo. As causas do acidente ainda são desconhecidas. Técnicos do Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos) foram ao local analisar os destroços. O helicóptero estava em situação regular junto à Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), informou o órgão.

Aeronave foi perdendo altura, diz testemunha

Felipe Arcanjo, motorista que dirigia pela rodovia Anhanguera no momento em que o helicóptero caiu, contou à rádio BandNews que a aeronave foi perdendo altura e que ele havia imaginado que fosse um pouso. Com escoriações leves, ele foi levado para o 46º Distrito Policial, em Perus, para prestar depoimento sobre o acidente. 

"A aeronave foi perdendo altura e foi direcionando justamente para o espaçamento do Rodoanel, onde há aquela vazão da pista debaixo. Então, percebi que ele foi perdendo altura. Pensei que fosse um pouso. Como estava muito rápido, a gente percebeu que era uma queda. Rapidamente surgiu muita fumaça escura", disse.

Em entrevista ao UOL, Victor Hugo, 15, morador da região, contou ter presenciado o exato momento da queda. "O helicóptero não girava nem pegava fogo, veio direto e atingiu o caminhão. Me assustei e corri para ver o que estava acontecendo", relatou o jovem.

(Com reportagem de Gilvan Marques)

Mais Cotidiano