Topo

Suspeito de matar mulher trans a pauladas se apresenta à polícia

Larissa Rodrigues da Silva, uma transexual de 21 anos, foi morta a pauladas na noite de sábado (4) - Reprodução/Facebook
Larissa Rodrigues da Silva, uma transexual de 21 anos, foi morta a pauladas na noite de sábado (4) Imagem: Reprodução/Facebook

Alex Tajra

Do UOL*, em São Paulo

06/05/2019 21h08

Um homem suspeito de ter assassinado a pauladas uma mulher transexual no último sábado (4) em São Paulo compareceu na noite de hoje ao distrito policial que está investigando o caso, o 27º DP, no bairro de Campo Belo, para prestar depoimentos.

De acordo com nota enviada ao UOL pela secretaria de Segurança Pública, o suspeito se apresentou com um advogado e está "sendo ouvido pela autoridade policial, para as devidas providências."

Na noite de sábado, Larissa Rodrigues da Silva, 21, estava na Alameda dos Tacaúnas, uma rua residencial da zona sul paulistana, quando um carro teria tentado atropelá-la, segundo boletim de ocorrência.

À polícia, uma testemunha contou que o motorista desceu do carro e, com um pedaço de madeira, golpeou Larissa na cabeça. O criminoso fugiu na sequência.

Policiais militares foram acionados para atender a ocorrência de agressão e encontraram Larissa caída. Ela foi socorrida por uma ambulância ao Hospital Municipal Doutor Arthur Ribeiro Saboya, também na zona sul, mas não resistiu aos ferimentos.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Cotidiano